Microagulhamento

O Microagulhamento é um tratamento desenvolvido para melhorar a pele do paciente em muitos aspectos, através de um rolo com várias microagulhas que estimulam o colágeno e a elastina, a criação de novos vasos sanguíneos e o aumento da vasodilatação, nutrindo e oxigenando a pele. As microagulhas são feitas em aço cirúrgico de alta resistência, dispostas em um cilindro e seu tamanho varia de 0,25mm a 2,5mm, dependendo do problema a ser tratado.

 

 

 

Indicações:

  • Crescimento capilar

  • Minimiza estrias e cicatrizes

  • Reduz e previne celulite

  • Repara e previne rugas e linhas de expressão

  • Reduz as marcas da acne

  • Melhora a pele danificada pelo sol

  • Clareamento de manchas, principalmente de melasma

  • Rejuvenescimento da pele

  • Melhora os poros e a textura da pele

 

Vantagens:

  • Preserva a cor e a textura da pele

  • Forma colágeno de boa qualidade

  • Elimina as toxinas

  • É adequado a todos os tipos de pele

  • Os resultados duram até 5 anos

  • Pode ser realizado em qualquer clima, até mesmo no Verão

  • Não mancha a pele

  • Sem efeitos colaterais

  • Pouco tempo de recuperação

  • Baixo custo

 

Passo a passo do tratamento:

  1. A fisioterapeuta higieniza a pele do paciente;

  2. Aplica o anestésico tópico nos locais que serão tratados;

  3. Aguarda 30 minutos para fazer efeito;

  4. Retira o anestésico e higieniza novamente o local;

  5. Escolhe as agulhas ideais para o tipo de tratamento;

  6. Aplica as agulhas na pele a ser tratada através do roller;

  7. Passa o roller na pele em movimentos contínuos e nas quatro direções, cinco vezes cada;

  8. Após a aplicação, a fisioterapeuta passa uma loção com fatores de crescimento na pele do paciente.

 

Número de sessões e intervalos:

Para tratamentos que utilizam agulhas até 0,5mm, costuma-se indicar um programa de 5 a 10 sessões, sendo 1 sessão a cada 30 dias. Para tratamentos com agulhas de a partir de 1 mm, indica-se programas de 1 a 4 sessões, sendo 1 sessão a cada 60 dias.  Cada sessão dura em média 30 minutos a 1 hora. Dependendo do problema do paciente, a fisioterapeuta pode indicar mais ou menos sessões e intervalos diferentes.

 

Cuidados pré-procedimento:

  • Fazer uma avaliação para indicar o tratamento ideal;

  • Não usar qualquer tipo de ácido na pele nos 3 dias anteriores ao procedimento, para evitar alergias;

  • Fazer limpeza de pele 10 dias antes;

  • Não utilizar Aspirina por pelo menos 3 dias antes do procedimento;

  • Aplicar o creme preparatório todos os dias, de 20 a 30 dias antes do procedimento;

  • Ingerir colágeno hidrolisado para maximizar a produção de colágeno.

 

Cuidados pós-procedimento:

  • Nas primeiras 12 a 24 horas, lavar a área tratada somente com água fria, sem sabonete, sem esfregar e secar suavemente;

  • Não se expor ao sol por 10 dias;

  • Evitar o calor excessivo;

  • Não aplicar protetor solar no dia do procedimento;

  • Evitar piscina e banho de mar por no mínimo 3 dias;

  • Hidratar a pele com o creme preparatório ou Bepantol;

  • Não usar maquiagem por 2 dias (exceto BBCream que pode ser usado no dia seguinte);

  • Não realizar peelings ou esfoliações;

  • Evitar contato com animais e mãos sujas no local, para evitar riscos de contaminação.

Resultados:

Já nos primeiros 15 a 30 dias após o tratamento, observa-se a redução das manchas e a melhora da qualidade da pele. Mas é por volta dos 3 meses que ocorre o ápice da produção de colágeno, quando vemos a melhora das rugas, cicatrizes e estrias.

 

Riscos e Contraindicações:

Os riscos do tratamento são baixíssimos, já que o Microagulhamento mantém a estrutura da pele, mas é contraindicado para os seguintes pacientes: com infecções ativas no local, inclusive Herpes, com tendência a ter queloides, gestantes, com doença vascular, distúrbio hemorrágico, diabetes Mellitus não controlada, que usa anticoagulantes, com câncer de pele, que tenha alergia ao metal, com ceratose solar, verrugas, pele sensível, rosácea ativa (leve pode), pele queimada do sol e que usa ou usou Roacutan até 6 meses antes do tratamento.

 

Riscos e Contraindicações:

O tratamento é contraindicado para pacientes com obesidade, doenças de pele, colesterol alto, gordura no fígado (esteatose hepática), portadores de HIV e hepatite, gestantes, pessoas com marca-passo, com doenças crônicas, hérnias abdominais e que já tiveram tumor ou câncer.

A avaliação criteriosa realizada pela fisioterapeuta Jaqueline Finamor reduz os riscos e gera maior eficácia ao tratamento.

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

BELEZA
CASAMENTO
CONTABILIDADE
DECORAÇÃO
EMPREENDEDORISMO
INDÚSTRIA
Mostrar Mais

Copyright© 2017 RedaçãoWeb

 (51) 99240.1288

 oficialredacaoweb